quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Gases Utilizados na Segunda Guerra Mundial


Gás Mostarda (C4H8Cl2S)

O Gás Mostarda foi utilizado durante a Segunda Guerra Mundial, sendo também utilizado anteriormente na Primeira Guerra Mundial.
Ao entrar em contato com o Gás Mostarda, a pessoa pode sofrer lesões no sistema respiratório, nos olhos e na pele. Além disso, esse gás pode causar lesões neurológicas e também a supressão da medula óssea. Mesmo em poucos minutos de contato, esse gás pode causar mudanças celulares e lesões gastrointestinais.

Gás Cianídrico (HCN)

Um dos gases utilizados pelos Nazistas, durante o período da Segunda Guerra Mundial, nos campos de concentração para a execução de pessoas, o Gás Cianídrico, se inalado em uma concentração maior do que 300 mg/m³ de ar.
O Gás Cianídrico bloqueia a capacidade que o sangue tem de transportar o oxigênio, pois esse gás se combina com a hemoglobina, por isso, quando inalado, provoca a morte rapidamente.
O tratamento contra a ação desse gás só se torna possível se a quantidade de gás inalada não for fatal, o que é raro, pois a ação do Gás Cianídrico é muito rápida. Um possível tratamento é a aplicação de Tiossulfato de Sódio (Na2S2O3) por meio de injeção, que reage com o Cianeto, formando o Sulfocianeto (também conhecido como Tiocianeto), que é atóxico e é eliminado através da urina.

Gás Sarin (C4H10PFO2)

O Sarin vem sendo utilizado desde a Segunda Guerra Mundial, como arma química, tanto em sua forma gasosa ou líquida, sendo um composto químico altamente tóxico e que ataca o sistema nervoso central. Esse gás, após a exposição, pode matar em questão de minutos.
O Sarin pode ser utilizado em conjunto com outros compostos químicos, como o Isopropanol e Isopropalamina, na preparação de mísseis. Além disso, ele pode ser utilizado em forma de “spray” (como gás ou líquido), que pode ser misturado, por exemplo, à comida, com o intuito de contaminar quem consumir essa comida.
O contato com esse gás gera um “curto-circuito” no sistema nervoso, pois inibe a enzima que é responsável pelo controle das contrações musculares. A contração descontrolada dos músculos acarreta o estrangulamento de órgãos vitais, como por exemplo, os pulmões e o coração, causando a morte do indivíduo.


Referências:

http://www.coladaweb.com/quimica/quimica-geral/armas-quimicas
http://www.dicio.com.br/sulfocianeto/
http://www.educacional.com.br/reportagens/armas/quimicas.asp
http://www.infoescola.com/compostos-quimicos/gas-mostarda/
http://www.infoescola.com/compostos-quimicos/gas-sarin/
http://www.quiprocura.net/armasq/sarin.htm
http://super.abril.com.br/ciencia/armas-quimicas-biologicas-ciencia-servico-mal-439032.shtml


Um comentário:

  1. O grupo pode postar algumas fotos de pessoas que foram atingidas por esses gases; e o grupo pode começar a pesquisar as doenças ocasionadas pelas armas biológicas e suas consequências ( sintomas e transmissão).

    ResponderExcluir